terça-feira, 25 de janeiro de 2011

À Minha Avó

Eu queria tanto descobrir a fórmula da imortalidade, não para mim, mas para nunca ter que te deixar partir. Sabe vovó, a senhora levou consigo o sentimento mais lindo que o meu coração já foi capaz de sentir por outro ser humano.

A senhora, mais do que ninguém conhecia a sua “naná” e ela hoje se sente muito perdida sem a sua presença. Parece que a vida perdeu a alegria e viver já não faz mais sentido. A coisa mais linda que eu possuo é o amor que sinto pela senhora e isso eu sei que o tempo jamais apagará.

Se eu pudesse, minha “gorda” eu daria minha própria vida para não te ver sofrer e nem ter que partir, mas eu não pude. Me senti tão nada, tão impotente. Sei que Deus te levou porque a senhora não merecia tanto sofrimento, mas isso não anula ou alivia a dor que sua ausência deixou. Os dias tão passando e eu tento fingir que está tudo bem, mas não está! A senhora não vai mais voltar, eu não a verei mais... e o meu cheiro?

No princípio, queria acordar e, ao abrir os olhos, me dar conta de que tudo não passava de um terrível pesadelo, de uma brincadeira de péssimo gosto que alguém tinha feito comigo. Mas com o passar dos dias, me dei conta de que eu que estava fantasiando e que nada do que eu pudesse fazer ou dizer mudaria o fato de que estou sem você.

Sei que ainda tenho uma vida pra viver, mas não tarda o nosso reencontro. Enquanto isso, só peço que aí do céu, a senhora olhe por mim, pois me sinto uma pessoa pior a cada instante.

Só Deus é capaz de mensurar o quão arrependida sou de todas as vezes que, com minhas grosserias, eu lhe magoei ou causei desgosto. Sempre soube que a senhora só queria o melhor pra mim e por isso me protegia tanto.

A senhora foi minha avó, madrinha, mãe, irmã, amiga... enfim, tudo o que eu sempre precisei na minha vida eu encontrei na senhora e sei que só reencontrarei a felicidade quando voltar a estar ao seu lado e não queria que isso demorasse muito.

Sinto muito também pelos filhos que um dia eu vier a ter, pois eles não terão a oportunidade de conhecer o anjo mais bondoso e lindo que Deus já pôs sob a terra. Não saberão o que é o seu amor. Não terão seus abraços, beijos, carinhos, atenção, cuidado e proteção, assim como eu tive.

Às vezes evito olhar pra sua foto e até pensar na senhora, não é ingratidão, é que dói demais saber que a senhora foi reduzida a uma recordação quando eu mais precisava tê-la aqui comigo.

Eu te amo vovó e nem a morte vai mudar isso. Logo eu quero receber de novo o seu abraço e aí sim eu vou voltar a viver!

Nenhum comentário: